Usada ha mais de 5000 anos, a erva (marijuana) sempre possuiu destaque medicinal entre suas utilidades, podendo ser aplicada no tratamento de mais de 100 doenças.

Marijuana Medicinal

A seguir uma relação (em ordem alfabética) dos problemas de saúde que já foram (ou ainda são) tratados com marijuana:

  • Aborto espontâneo, reduzindo câimbras e espasmos, relaxando os músculos e aliviando a dor;
  • Alucinações: Reduz a ocorrência e o impacto das Alucinações na Psicose e nos Estados mentais Psicadélicos;
  • Amamentação (ingestão das sementes), estimulando a lactação e aumentando a quantidade de ácido gama-linoléico;
  • Anorexia nervosa e outras formas de perda do apetite;
  • Alzheimer (apetite e comportamento);
  • Ansiedade;
  • Antibiótico e Analgésico bactericida de abrasão, lesões cutâneas superficiais, queimaduras, juntas doloridas, etc. (uso tópico das raízes cozidas);
  • Asma/bronquite;
  • Ataxia;
  • Caquexia;
  • Coceira/purido;
  • Cólicas menstruais;
  • Controle de náusea em quimioterapia de câncer ou em disordens de náuseas;
  • Convulsões;
  • Dependência de ópiaceos (ópio, morfina, heroína, entre outros), cocaína, crack, anfetaminas, benzodiacepinas e álcool;
  • Depressão;
  • Desnutrição;
  • Diarreia;
  • Distimia;
  • Distonia;
  • Dor da artrite e do reumatismo, dores de neuralgias, neuropatias e enfermidades de Crohn e outras dores crónicas resultantes de outras doenças;
  • Enfermidade bipolar;
  • Enfermidades músculo-esqueléticas;
  • Enfisema;
  • Enxaqueca;
  • Epilepsia (necessidade de mais estudos);
  • Esclerose múltipla;
  • Espasmos musculares/caimbras e tremores;
  • Expectorante, aliviando os pulmões;
  • Fase pós-enfarto cerebral;
  • Fobia social;
  • Glaucoma;
  • Hepatite C;
  • Infecções;
  • Insónia;
  • Miscelânea, síndromes mistas (em especial nos casos aqui citados de HUV, câncer e hepatite, e em situações clínicas que não se podem catalogar bem, como a síndrome de fadiga crónica, a síndrome do membro fantasma e outras.)
  • Náuseas e vómitos;
  • Neuropatia periférica;
  • Parestesia;
  • Paraplegia e quadriplegia;
  • Pós-operatório (redução de dor crónica);
  • Problemas relacionados ao consumo de tabaco como dores no peito, falta de ar e dores de cabeça;
  • Rinite alérgica;
  • Sintomas de HIV (fumada ou digerida, e ingestão das sementes);
  • Sintomas de câncer
  • Sintomas de Parkinson (em estudo)
  • Sintomas de Huntington (em estudo)
  • Sintomas de ressaca do álcool e alcoolismo;
  • Síndrome de Tourette;
  • Sindrome do Pânico;
  • Traumas (psicológicos);
  • Trauma raquimedular (lesão da coluna vertebral com acometimento da medula);
  • Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) (em estudo);
  • Tumores.

Marijuana Medicinal

“Se qualquer outra planta ou droga demonstrasse tantas propriedades medicinais como a planta marijuana, seria considerada uma droga milagrosa”.


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Recebe todas as Novidades no teu Email:

Segue-nos também no Twitter


Comentários

  1. 1
    Suzana
    Agosto 22nd, 2018 em 10:12

    Como seria bom se as pessoas usassem apenas como medicinais. São tantas as aplicações medicinais, mas infelizmente também é viciante.

    ResponderResponder

Deixa um Comentário

Tags Populares

blank