Lisboa contabiliza 1680 sem abrigo, para quem a Comunidade Vida e Paz organiza Festa de Natal, até domingo. Maioria chega a esta situação devido a problemas de droga e álcool. Desemprego e doenças mentais são outras causas.

“Degradei-me na droga.” As palavras são de António, 55 anos, que há 18 anos ocupava um cargo de relevo numa empresa sediada em Lisboa. “Cheguei a viver num hotel em Paris”, explica. Devido ao consumo excessivo de cocaína António perdeu a família, a empresa e toda a vida estável que tinha.

Durante 12 anos viveu nas ruas de Lisboa. Hoje, volvidos seis, António tirou um curso técnico profissional de Informática e Belas Artes e ainda recorre à Comunidade Vida e Paz para fazer terapia com o psicólogo do centro. Desde ontem e até Domingo, esta comunidade – com 550 voluntários que todos os dias têm distribuído 950 sandes e 200 litros de leite – organiza o 21º Natal na cantina da Universidade de Lisboa.

No total, são 1.680 os sem abrigo que dormem nas ruas frias de Lisboa. “A maioria – 70% – chegou aqui devido a problemas com droga”, explica Jorge Santos, director da instituição sem fins lucrativos. “E cerca de 20% devido ao álcool. Os restantes são por problemas mentais ou mesmo situações de desemprego”.

Fritz, professor alemão que viveu muitos anos em Hamburgo, na Alemanha, chegou a Lisboa e acabou por ter nas ruas de Lisboa o seu hotel. A razão? Um amor intenso por uma norte- americana, que acabou por seguir outro rumo e casar com outro homem, e que originou uma depressão profunda no professor universitário. A maioria dos sem abrigo estão na faixa dos 40 anos e são homens.”Se bem que existem muitos casos de jovens toxicodependentes dos 25/35 anos a dormirem nas ruas”, explica Jorge Santos. “E um ou outro caso de mulheres, mas é menos comum porque infelizmente têm a possibilidade da prostituição”, concluiu. Ou o caso de Maria, de 30 anos, vítima de maus tratos, que actualmente vive na rua para fugir ao marido.

A instituição sem fins lucrativos apoia por dia cerca de 900 sem-abrigo e famílias carenciadas.

Fonte: DN


Tags: , , , , , , , , , , ,

Recebe todas as Novidades no teu Email:

Segue-nos também no Twitter


Comentários

  1. 1
    Alice Zerbin
    Abril 7th, 2010 em 13:45

    Olá!
    Meu nome é Alice, e venho a algumas semanas fazendo pesquisas na internet em busca que instituições que tratem de mulheres com problemas com álcool e drogas.Tenho uma irmã que sofre com o vício, e não me canso de procurar alternativas para seu tratamento.
    Depois de navegar por alguns blogs/sites, encontrei um post que me chamou muita atenção na página do vereador Antonio Carlos Rodrigues, Presidente da Câmara Municipal de São Paulo.É sobre um projeto de lei que prevê melhorias na saúde de mulheres viciadas em drogas e álcool. http://www.antoniocarlosrodrigues.blog.br/camara-aprova-projeto-que-preve-melhorias-na-saude-de-mulheres-viciadas-em-drogas-e-alcool/
    Achei o projeto muito interessante, e pretendo divulgá-lo no maior número de blogs que trate deste tema possível, pois acredito que este projeto seja um grande passo para mulheres que necessitam de acompanhamento e tratamento. Se possível, comente no post, se cada um de nos fizer sua parte o projeto terá uma boa divulgação e assim terá mais chances de ser aprovado.
    Obrigada pela atenção,
    Alice

    ResponderResponder
  2. 2
    vandré fernando
    Abril 17th, 2010 em 18:21

    Participe e divulgue a todos seus contatos.
    .
    1° ENCONTRO SOBRE “REDUÇÃO DE DANOS E LEIS SOBRE DROGAS”
    .
    Palestrantes: Promotor de Justiça Dr. Robertson Azevedo (Curitiba-Pr) e outros convidados.
    Local: Auditório da Biblioteca Municipal
    End. Av. XV de Novembro 514 – Centro – Próx. a Prefeitura
    Dia: 19/04/10
    Horário: 13:00 às 17:30
    Promoção: Conselho Tutelar – Zona Norte – Maringá/Pr
    .
    Programação:
    13:00 – Inscrições
    13:30 – Apresentação Cultural
    14:00 – Palestra com Promotor de Justiça Dr. Robertson Azevedo
    15:00 – Apresentação Cultural com Alunos da Escola Especial Dinâmica
    15:30 – Palestra com Carla Torres, ex-coord. do Progr. Federal de Redução de Danos.
    16:30 – Debate
    17:30 – Encerramento
    .
    Público Alvo: Familiares e Amigos de Usuários de Drogas, Dependentes Quimicos, Imprensa, Comunidades Terapeuticas, Programas de Atendimentos a Dependentes Quimicos, Conselheiros Tutelares, Conselheiros do CMDCA, COMAD, CONSEG, Sindicatos, Conselhos Profissionais, Profissionais da Rede de Atendimento a Criança e Adolescente, Assistentes Sociais, Psicologos, Médicos, Policiais, Delegados, Guardas Municipais, Juizes, Promotores de Justiça, Professores, Advogados, Acadêmicos, Lideres Religiosos, outros interessados e VOCÊ!
    .
    >> Forneceremos certificado aos Participantes <<
    .
    Mais informações: (44)3901-1966 – Conselho Tutelar c/ Vandré Fernando

    ResponderResponder
  3. 3
    paula
    Maio 10th, 2010 em 19:29

    olá!
    O meu nome é Paula, eu sou uma estudante de Português na Galiza. Eu estava pesquisando informaçâo sobre as drogas em Portugal. Eu queria saber se era muito distinto do que em Espanha, más acho que temos o mesmo problema. Para aquelas pessoas que desejem sair do vício eu recomendo que entrem no site de “proyecto hombre”. É uma associaçâo dedicada a prevençâo, rehabilitaçâo e tratamento de drogodependentes” é muito interessante.
    Até já paula

    ResponderResponder
  4. 4
    Clinica Alcool e Drogas
    Agosto 5th, 2010 em 0:59

    Site muito bom, grato pela informação, vou adicionar ao meu favoritos, Grato John

    ResponderResponder
  5. 5
    Sandro Garcia
    Setembro 24th, 2015 em 1:53

    Estava comentando com um amigo sobre isso. Infelizmente quando vemos uma pessoa morando nas ruas não sabemos qual é a sua história e na sua maioria são pessoas que tem problemas com drogas ou problemas mentais.
    Essas pessoas precisam de ajuda real da sociedade.

    Parabéns pelo site e pelas informações divulgadas.

    ResponderResponder

Deixa um Comentário

Tags Populares

blank